Ações da FIA - COVID-19

FIA adota medidas de prevenção ao contágio e enfrentamento da propagação decorrente do novo coronavírus (COVID-19)

A Fundação para a Infância e Adolescência - FIA, como principal representante do Poder Executivo, no contexto do Sistema de Garantia de Direitos (SGD), na área da criança e do adolescente no Estado do Rio de Janeiro, em seu papel fundamental de colaborador na formulação e implementação da política de proteção integral de garantia dos direitos de crianças e adolescentes, que se encontram em situação de risco em todo o Estado do Rio de Janeiro, vem adotando medidas para o enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus (COVID-19).

Com essas medidas a FIA reforça a importância em garantir, através da sua Rede de Atendimento, a continuidade dos serviços e programas socioassistenciais essencialmente voltados à população mais vulnerável e em risco social, promovendo proteção integral, na ampliação do bem-estar e das medidas de cuidados integrais com a saúde de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, de forma sinérgica com as orientações do Sistema Único de Saúde – SUS.

Seguindo as diretrizes estabelecidas no Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei 8069, de 13 de julho de 1990, os Programas socioassistenciais executados pela FIA são vinculados diretamente às questões de saúde pública, com desenvolvimento de ações e atendimentos diretos que resguardam e promovem a saúde física e mental de todas as crianças e adolescentes beneficiárias desses Programas.

O que se pretende, também, através destas medidas, é oferecer subsídios aos profissionais que atuam direto e indiretamente no atendimento a crianças e adolescentes, bem como as suas famílias, buscando auxiliá-los às situações desafiadoras no enfrentamento da propagação, controle e contenção de riscos, decorrente do novo coronavírus (COVID-19). Fundamentalmente, com a qualidade e o compromisso ético que estes serviços demandam, em razão, sobretudo, da especificidade do público atendido e da temática trabalhada.

Assim, em razão da essencialidade das ações executadas pela FIA, através de sua Rede de Atendimento, na atenção da saúde de forma emergencial às crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social, a FIA adotou e vem adotando medidas fundamentais para a continuidade dos serviços essenciais ofertados, constituindo medidas de extrema relevância na prevenção ao contágio, enfrentamento da propagação e a redução do impacto da pandemia do COVID-19 nas Unidades de Atendimento da FIA.

Atos e Normativos Técnicos de prevenção ao contágio e enfrentamento da propagação do COVID-19:

FIA - Fundação para a Infância e Adolescência
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos