FIA REFORÇA TRABALHO DE CONSCIENTIZAÇÃO NA PARALIMPÍADA

Atualizado em 06/09/2016 - 20:01h

Objetivo é a prevenção ao desaparecimento de crianças e adolescentes

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos vai reforçar o trabalho de proteção de crianças e adolescentes, com a distribuição de pulseiras de identificação e material informativo em locais de grande aglomeração de público, durante a Paralimpíada. Equipes da FIA (Fundação para a Infância e Adolescência) vão atuar no Boulevard Olímpico, na Praça Mauá, e no Parque Madureira. A meta é repetir o êxito do trabalho realizado na Olimpíada, de 6 a 21 de agosto.

As pulseiras e o material informativo têm versões em português e em inglês, por conta de uma parceria com o Detran, que permitiu a impressão na versão bilíngue. Na pulseira constam o nome, o telefone e o endereço da criança, que já deve sair de casa identificada.

- O objetivo desse trabalho é prevenir o desaparecimento de crianças nesses locais de grande circulação de pessoas, onde temos maior risco de acontecerem esses desaparecimentos. Para isso, estamos distribuindo pulseiras de identificação e material informativo, pois criança identificada é mais fácil de ser encontrada. Além disso, em caso de desaparecimento, o programa SOS Crianças Desaparecidas está funcionando na sede da FIA, em Botafogo, para receber os casos e produzir material, com fotos, para ser distribuído e acompanhar a família - explicou a vice-presidente da FIA, Karine Costa.


Rede de proteção

Para o secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Paulo Melo, a equipe técnica da FIA está apta a fazer qualquer tipo de atendimento visando à proteção de crianças e adolescentes.

- A FIA, que integra uma rede de proteção a crianças e adolescentes, tem uma atuação ostensiva durante os Jogos. A distribuição do material ajuda para que não tenhamos nenhum caso de criança desaparecida nos locais de grande circulação. E, caso ocorra, ela estará identificada e o contato com a família será mais fácil - afirmou o secretário.

Nos Jogos Olímpicos, foram distribuídos folders e 200 mil pulseiras de identificação nos Live Sites, como no Parque Madureira, em Copacabana e no Boulevard Olímpico.

Voltar
FIA - Fundação para a Infância e Adolescência
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos