FIA INTENSIFICA A DISTRIBUIÇÃO DE PULSEIRAS EM COPACABANA

Atualizado em 24/08/2016 - 13:09h

Crianças lotam o calçadão

A Fundação para a Infância e Adolescência (FIA), órgão vinculado à Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH) e membro do Comitê Integral de Proteção a Criança e aos Adolescentes nos Megaeventos, distribuiu, neste sábado, 20 de agosto, pulseiras de identificação e fôlderes informativos no calçadão de Copacabana.

O objetivo do trabalho é prevenir o desaparecimento de crianças nesses locais de grande circulação de pessoas, onde há maior risco de acontecerem desaparecimentos.

É sempre bom lembrar que o primeiro passo, quando há uma situação de desaparecimento de criança ou adolescente, é a ocorrência policial. Não é preciso esperar 24h para registrar o desaparecimento, segundo a Lei Federal, 11.259/2005. De posse do documento, os responsáveis podem procurar a FIA, que aciona a rede de proteção, formada por Ministério Público, Defensoria Pública, Delegacias de Polícia, Disque-Criança ALERJ, Juizado da Infância e da Juventude, Rede Nacional de Identificação e Localização de Crianças e Adolescentes Desaparecidos (RedeSAP), os Conselhos Tutelares e os Conselhos de Direitos.

O secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Paulo Melo, enfatizou a atuação da FIA durante o feriado prolongado. "Estamos todos juntos num trabalho colegiado, dando apoio ao evento na divulgação dos serviços de proteção, com o objetivo de minimizar as violações de direitos de crianças e adolescentes".

A pequena Lorrayne Silveira, de cinco anos, que veio de Jacarepaguá com a mãe, Lindalva Silveira, passear em Copacabana, fez questão de colocar a pulseira. "Morro de medo de perder minha filha nesses lugares cheios. É melhor prevenir do que remediar", disse Lindalva.

Em 17 anos de atuação, o Programa SOS Crianças Desaparecidas tem um índice de 85% de localizados. Contabiliza 3.400 casos cadastrados, onde 2.888 foram localizados. Dos 512 ainda desaparecidos, 461 já são maiores de 18 anos. A ação do SOS não fica restrita somente durante as olimpíadas, durante todo ano eles intensificam a distribuição de pulseiras e cartazes. A sede da FIA, Rua Voluntários da Pátria, nº120, Botafogo.

Voltar
FIA - Fundação para a Infância e Adolescência
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos